Fundo site Paróquia São Sebastião
Logotipo Paróquia São Sebastião
Assistir Missa

Assista a missa On-line.

Ver mais horários e locais
Capelinhas da Mãe Rainha

Nossa Senhora Mãe e Rainha três vezes admirável de Schoenstatt.

 Em Schoenstatt, Alemanha, o Pe. José Kentenich e um grupo de alunos, realizou uma aliança de amor com Nossa Senhora a 18 de outubro de 1914. No Santuário de Schoenstatt, Maria Santíssima é venerada como Mãe rainha e vencedora três vezes admirável de Schoenstatt.
Mãe, porque ela nos foi dada como mãe pelo próprio Cristo na cruz. Rainha, porque é mãe de Cristo, o Rei do Universo. Vencedora porque Deus lhe concedeu o poder de vencer e triunfar em todas as batalhas contra os poderes diabólicos.
Três Vezes Admirável pela grandeza de sua posição junto à Trindade, como filha predileta do Pai, mãe do Filho e esposa do Espírito Santo. Também por ser Mãe de Deus, Mãe do Redentor e Mãe dos Remidos.

 De Schoenstatt, porque é o nome do lugar escolhido para estabelecer esse Santuário. Schoenstatt significa “BELO LUGAR”. A imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt é enviada a partir do Santuário em Schoenstatt para visitar seus filhos, especialmente em seus lares. As famílias recebem a imagem Peregrina e são chamadas a transformar seus lares em um "belo lugar", num pequeno Santuário, numa Igreja doméstica.

No Brasil, o Fundador Pe. José Kentenich inaugurou um Santuário em Santa Maria (RS) no dia 11 de abril de 1948. No ano de 1950, o Diácono João Pozzobon recebeu uma imagem da Mãe Três Vezes Admirável para levá-la às famílias e rezar o terço com as mesmas. O Sr. João caminhou mais de 140.000 km para levar a imagem Peregrina às famílias em seus lares, bem como hospitais, escolas e presídios, incentivando a devoção do rosário e a freqüência aos sacramentos.


A Imagem Peregrina tem moldura no formato que lembra a silhueta do Santuário em Schoenstatt. A Mãe de Deus vai ao encontro dos homens, trazendo Jesus nos braços, para caminhar com eles ao encontro de Deus, nosso Pai amoroso. É necessário preparar os corações para acolher Maria, a Mãe Três Vezes Admirável, lembrando que ela traz Jesus nos braços, seu Divino Filho, que nos traz suas graças.